Podemos não ser capazes de atingir os objetivos, mas não podemos negligenciar que os ODS iniciaram um alerta global para que nós, como membros das comunidades internacionais e locais, tomemos medidas para proteger o nosso planeta.

A combinação eclética de todas as tecnologias, aproveitando o que de bom cada uma delas nos oferece e, não menos importante, conscientes do que de menos bom cada uma nos possa também trazer, é o caminho para apoiar o cumprimento dos ODS.

Os ODS alteraram a forma de abordar a cooperação para o desenvolvimento, uma vez que os mesmos assentam em metas universais que devem ser implementadas por todos os países, e que obedecem a uma nova dinâmica de conjugação de esforços de uma multiplicidade de atores, entre os quais o sector privado.

As tecnologias digitais, quando devidamente utilizadas, regulamentadas e aplicadas a diferentes setores, podem ter um papel essencial no cumprimento dos ODS na sua globalidade.

Ao longo do século XXI, os dois maiores vetores de transformação das sociedades, das economias, dos modelos de negócios das empresas e dos estilos de vida de todos nós, serão a transformação digital e a sustentabilidade.As tecnologias digitais podem contribuir para tornar as sociedades e as cadeias de valor das empresas mais eficientes, mais transparentes e mais humanas.

A tecnologia tem um papel fundamental para ajudar a acelerar o cumprimento da Agenda 2030, impactando qualquer um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. A tecnologia fornece soluções inteligentes para lidar com problemas globais como as alterações climáticas, a fome, a pobreza e outros desafios globais.

Nesta entrevista centrada nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, Eurico Brilhante Dias partilha, entre outros temas, a sua visão sobre o potencial da tecnologia no cumprimento da Agenda 2030 da ONU e o reforço que a sustentabilidade traz às empresas que pretendem competir no mercado global.

João Paulo Carvalho, administrador da Quidgest, participou como convidado nesta maratona organizada pela I2AI (International Association of Artificial Intelligence). Esta associação tem como missão interligar o ecossistema da IA em Portugal.

A Quidgest celebrou o seu 32.º aniversário. A tecnológica global coloca, desde a sua génese, a mais avançada engenharia de software ao serviço da melhor gestão.

A Universidade do Minho desenvolveu, em parceria com a Quidgest, uma unidade curricular de Modelação e Geração Automática de Software, para o MiEGSI.