GESTÃO DE STOCKS EM FARMÁCIA HOSPITALAR

gestão de stocks e farmácia hospitalar

PARA UMA GESTÃO EFICAZ DOS STOCKS HOSPITALARES

O acompanhamento das entradas, saídas e existências dos medicamentos nos hospitais é fundamental para a eficaz gestão de stocks.

O Sistema de Gestão de Stocks em Farmácia Hospitalar da Quidgest foi especificamente desenvolvido com o objetivo de maximizar o desempenho de um hospital. Através desta solução é possível obter informação crucial para o planeamento e controlo dos medicamentos, garantindo a qualidade da programação das compras e dos trabalhos relativos à previsão das necessidades do hospital.

gestão de stocks em farmácia hospitalar

VANTAGENS PRINCIPAIS

  • Minimização dos custos

    A consulta atualizada da informação permite uma gestão eficiente das encomendas, evitando ruturas de armazém e reduzindo os custos de recolha e entrega dos artigos requeridos.

  • Visualização simplificada da informação

    A consulta é complementada com gráficos, tabelas e mapas que facilitam a análise da informação disponibilizada pelo sistema. Através de grupos, subgrupos e outras classificações de produtos, é possível verificar a situação das existências e efetuar uma análise estatística dos seus aspetos financeiros e físicos. Para além das medidas de quantificação habitualmente usadas, podem ser definidas pelo utilizador outras unidades.

  • Acompanhamento dos processos

    Para além da informação relativa à gestão de stocks, é possível acompanhar os processos de distribuição inerentes a este aspeto.

  • Interligação com outros sistemas

    A informação do sistema é partilhada com o Portal de Requisições ao Armazém, o sistema de Gestão de Obras, Assistência e Manutenção e o sistema de Gestão de Aprovisionamento.

  • Atualização constante

    As existências são permanentemente atualizadas com a disponibilização imediata de consultas rápidas da sua situação e valorização ocorrida. Na aquisição do material é dada informação sobre as últimas entradas, nomeadamente custos e fornecedores.

O sistema de Gestão de Stocks em Farmácia Hospitalar suporta diferentes armazéns, tanto ao nível do economato, como ao nível do património e ao nível da farmácia. Desta forma, poderão ser geridos stocks de consumíveis (seringas, compressas, etc) de farmácia ou de material de economato em armazéns distintos. A arquitetura do sistema permite também extrair informação sobre consumos totais por serviço requisitante ou por armazém.

FUNCIONALIDADES

  • Consulta de um elevado número de dados de gestão diretamente em cada ficha de artigo.

  • Consulta, pelo armazém, dos artigos  requisitados e ainda não integralmente fornecidos.

  • Consulta automática do material existente em armazém e emissão das Guias de Entrega.

  • Consulta de saídas de materiais do armazém, por serviço, por artigo, ou entre datas.

  • Satisfação parcial dos pedidos dos serviços, não se perdendo a noção dos pedidos não satisfeitos.

  • Entrada, em armazém, de artigos referentes a uma aquisição.

  • Consulta de entradas de artigos em armazém, por artigo, por data, por fornecedor.

  • Registo de notas de devolução interna e respetiva consulta por data, por serviço ou por artigo.

  • Atualização imediata de existências aquando da entrada ou da saída de materiais do armazém.

  • Valorização de todos os artigos fornecidos aos serviços.

  • Consulta dos pedidos do armazém dirigidos à secção de compras, com respetiva situação, data de requisição ao fornecedor e tempo necessário para entrega, por artigo.

  • Consulta de requisições, por diferentes formas: de um artigo, entre datas, requisições não satisfeitas ou requisições dirigidas a um fornecedor.

  • Verificação da evolução da “conta corrente” de um artigo, apresentando sequencialmente os diversos movimentos de entrada e saída.

  • Definição de existências iniciais ou resultado de uma inventariação intermitente.

  • Lista de existências reportadas, para confronto com o inventário físico dos materiais.

  • Consulta de artigos com existências abaixo do ponto de encomenda (PE), distnguindo os artigos que já foram objeto de encomenda daqueles que ainda não o foram.

  • Cálculo das compras a efetuar (quantidade), com base no comportamento observado do consumo durante um período anterior.

  • Gestão de um classificador de artigos, por grupo e subgrupo, permitndo-se ainda a consulta por código do artigo ou por ordem alfabética.

  • Localização física em armazém de cada artigo.

  • Definição de artigos indispensáveis, para os quais não pode existir rutura de stocks.

  • Integração total sobre a mesma base de dados com o SINGAP – Gestão do Aprovisionamento. e com o SINGAP – CIBE, Cadastro e Inventário de Bens do Estado;.

  • Ligação automática com o módulo de contabilidade da Quidgest, permitindo repercutir na contabilidade todas as operações iniciadas no SINGAP – Gestão de Stocks e Farmácia Hospitalar e SINGAP – Gestão do Aprovisionamento.

CASO DE ESTUDO

Instituto Marquês de Valle Flôr – Sistema de gestão de stock que automatiza o controlo de medicamentos e consumíveis e permite um registo permanente, desde o momento em que estes são enviados pelos fornecedores, até que são distribuídos em hospitais e centros de saúde guineenses

Contacte-nos e peça uma demonstração do Sistema de Stocks em Farmácia Hospitalar

SOBRE

A Quidgest é uma empresa tecnológica global, com sede em Lisboa, pioneira na modelação e geração automática inteligente de software. Através da plataforma extreme low-code Genio apresenta um vasto portfólio de soluções para diferentes áreas e vocacionadas para a melhoria contínua na gestão de Empresas e de Instituições Públicas de excelência.

a Quidgest é uma empresa certifiicada

CONTACTOS

R. Viriato, 7
1050-233 Lisboa | Portugal
Tel. +351 213 870 563
quidgest@quidgest.com