LGPD: Colaboradora da Quidgest entre as primeiras certificadas pelo programa do SERPRO para a Proteção de Dados

Maria Sofia Martins, consultora de IT da Quidgest, foi uma das primeiras profissionais a receber a certificação de Encarregada de Dados no Brasil – a função equivalente aos Data Protection Officers da União Europeia. A consultora da multinacional portuguesa fez parte do primeiro grupo de doze profissionais a passar pelo programa de capacitação para a proteção de dados do SERPRO, a maior empresa pública de tecnologias da informação do mundo.

A formação surge no seguimento da implementação da nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) no Brasil, que entrou em vigor em 2020, mas seu carácter sancionatório, que só será aplicado pela Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) a partir de agosto de 2021.

De acordo com a Lei, todas as entidades brasileiras são obrigadas a ter um encarregado de proteção de dados. Em consequência, um estudo da IAPP indica que o Brasil precisará de mais de 50.000 profissionais certificados na área.

Esta formação apresenta-se, assim, como um programa de capacitação crucial para assegurar que as entidades brasileiras têm acesso ao talento necessário para estar em conformidade e dar os primeiros passos na proteção de dados.

A pensar nos desafios da a LGPD para as entidades brasileiras, a Quidgest está a levar para o mercado o seu consolidado sistema de Gestão da Proteção de Dados, o GPD, um forte aliado das empresas europeias na resposta aos ditames do RGPD. Apoiado por uma equipa certificada, a ferramenta pode adaptar-se às especificações empresariais, criando uma ferramenta única que evita preocupações e penalidades elevadas, ao mesmo tempo que garante, através da automatização, uma redução até 30% nos custos operacionais de conformidade.